“A HISTÓRIA NO ARQUIVO DOS MUDOS”

Por Elísio João

O Governo Moçambicano está consciente que existem forças que pretendem desvirtuar a real história do país.

Falando no acto do lançamento de uma obra literária na cidade de Nampula, o Ministro dos Combatentes Carlos Jorge Siria disse que essas forças lutam para enterrar o passado histórico deste país.

Carlos Silia falou da história de libertação Nacional, que no seu entender, deve ser amplamente divulgada.

Aliás, a obra literária ontem lançada na cidade de Nampula intitulada – “A história no Arquivo dos Mudos”- retracta as memórias e protagonistas da luta de libertação Nacional.

“Esta é uma obra de momento e necessária para confrontação dos fenómenos da fase em que nos encontramos” – disse o ministro acrescentando que – “existem forças tendentes a desvirtuar a nossa história; que lutam para enterrar o nosso passado histórico e aquilo que nós próprios construímos e que nos sacrificamos para sermos aquilo que somos hoje”.

O Ministro dos Combatentes do nosso país disse ser necessário que a juventude aprenda a amar a sua pátria para não correr o risco de vende-la.

“Quando falamos do espírito patriótico estamos a referir educar os nossos jovens a amar a Pátria, porque quem ama a pátria sabe defende-la” recordou Carlos Jorge Siria.

O autor do livro “A história no Arquivo dos Mudos”, Augusto Navando, disse ser uma iniciativa pessoal, e que procura trazer tudo o que viveu durante a luta de libertação Nacional.

A obra literária de Navando foi editada pelo Centro de pesquisa da História da Luta de Libertação Nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *