A igreja vai continuar a rezar e mobilizar apoios em favor dos deslocados

Por: Gelácio Rapieque

A Arquidiocese de Nampula oferece produtos alimentares aos deslocados de guerra de Cabo Delgado, alojados no Posto administrativo de Namialo, distrito de Meconta, província de Nampula.

A oferta insere-se nas celebrações do dia mundial do Migrante e Refugiados, que teve lugar no último domingo, 27 de Setembro, naquela comunidade, que acolhe maior parte dos deslocados do terrorismo que fustiga a vizinha diocese de Pemba, província de Cabo Delgado.

Trata-se de vários sacos de farinha de milho, que chegaram a Namialo, graças a contribuição dos fiéis católicos e outras pessoas de boa vontade.

O Arcebispo de Nampula, Dom Inácio Saure, que efectuou a entrega, garantiu que a igreja vai continuar a rezar e mobilizar apoios em favor dos deslocados.

Os beneficiários agradeceram a oferta e a representante dos deslocados, pediu a Deus para que ajude a terminar a guerra que continua a matar inocentes em Cabo Delgado.

O Padre José da Cruz Muluta, pároco de Meconta, também enalteceu a oferta da Arquidiocese, referindo que a mesma vai aliviar a vida daqueles deslocados.

Falando em representação da Caritas Arquidiocesana de Nampula, a irmã Verónica fez saber que a província de Nampula continua a receber deslocados da crise humanitária que se vive em Cabo Delgado, sendo que às estas alturas, conta com pouco mais de 25 mil deslocados.

E como consequência, começam a surgir novos focos de alojamento. Por exemplo, na cidade de Nampula, a Paróquia de São José, ao receber cerca de 600 famílias, entra nas estadísticas dos acolhedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *