“A PALAVRA NÃO PREJUDICA A ACÇÃO” CITA ARLINDO MURIRIUA

“A PALAVRA NÃO PREJUDICA A ACÇÃO” CITA ARLINDO MURIRIUA

Por César Rafael

O jurista Arlindo Muririua defende ser necessário o encerramento dos mercados visto ser importante a sua reorganização para salvaguardar a vida dos vendedores e utentes face a situação que o país e o mundo em geral vivem no contexto da pandemia do novo coronavírus.

Muririua reagia assim ao posicionamento de vendedores dos vários mercados previstos para o seu encerramento que se mostram agastados pela medida nomeadamente mercado grossista do Waresta, do peixe vulgo Belenenses e dos Bombeiros respectivamente na cidade de Nampula.

A pessoa quando morre não é porque volta mais. Então é preciso deixar as estruturas que façam o seu trabalho em termos de organização para que as pessoas tenham boas condições de trabalho” apelou a nossa fonte.

Muririua avança ser imperioso que o município continue com a sua acção sem se preocupar com comentários que tendem se opor a este posicionamento pois, é o objectivo deste proporcionar melhores condições de trabalho, e que no fim de tudo são essas mesmas pessoas que poderão agradecer pelo trabalho realizado.

Questionado quanto a reclamação dos vendedores na lentidão para a conclusão dos trabalhos de reorganização, tendo em conta que estes socorrem-se daquele local como única fonte de seu sustento, considerou ser uma reclamação sem sustento. Isso é uma forma de querer ganhar razão quando não existe.

“Atendendo o princípio de Platão, segundo o qual a palavra não prejudica a acção, deixa eles reclamarem. Só que depois vão agradecer pelo trabalho que se vai realizar”.

Em alinhamento a este princípio, as estruturas não podem ouvir o que cada um fala, numa clara alusão de que o que o Conselho municipal planificou deve fazer.

“O município não está fazer nada mal. Quando diz três dias, é uma forma de falar, porque o dinheiro para o material, o pessoal técnico, o pessoal assalariado, não é fácil encontrar aqueles que fazem o trabalho em dois, três dias. Pelo que, três dias é forma de dizer, mas quando concluírem, as pessoas vão agradecer” -avançou a fonte, que por outro lado apela sobre a necessidade de se cumprir com as medidas de prevenção contra o novo coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *