Aguas negras da Fabrica de Cervejas ameaça saúde publica

Continua condicionada a saúde pública no quarterão N°9 unidade comunal de Mutihita bairro de Mutauanha na cidade de Nampula.

O problema das águas negras provenientes da fábrica de cervejas de Moçambique, em Nampula, que escorre para as residências dos populares daquela área residencial vai de mal a pior.

A Rádio Encontro viveu de perto esse cenário na tarde desta quarta-feira, tendo os moradores desabafado aos nossos microfones os seus sentimentos.

Fizeram entender que a situação vem se arrastando há bastante tempo, e que já houve promessas vundas de varias entidades para a sua solução.

Os nossos entrevistados acrescentaram que para alem do mau cheiro, as aguas negras fazem secar as culturas alimentares nas machambas, o que poderá provocar  problemas de fome naquela comunidade.

Os populares daquela zona residencial pedem a empresa Cervejas de Mocambique para repor os tubos e valas de drenagem que escovam as aguas negras, mas que actualmente se encontram destruídos.

Esta não é a primeira vez que a Radio Encontro reporta a insatisfação dos populares na zona da Fabrica de Cervejas, relacionada com a poluição das aguas do rio Muepelume e a exposição das aguas fluviais descarregadas naquela unidade fabril para as residências.

Uma fabrica que no mínimo, não faz nada para a população local, em cumprimento da sua responsabilidade social.

Porém, as autoridades de quem de direito continuam a fazerem ouvidos de mercador e a população deixada a sua sorte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.