Crónica do Dia – CABO DELGADO É MOÇAMBIQUE 

CABO DELGADO É MOÇAMBIQUE

Por Kant de Voronha

Já passam cerca de 3 anos e o grito de Cabo Delgado continua cada vez mais forte. Mortes inocentes, casas queimadas, pessoas degoladas, aldeias abandonadas, pessoas vivendo nas matas e outras refugiando-se em lugares seguros mas de mãos vazias.

Esta é a realidade de um povo humilhado na sua própria terra. Não se sabem os reais motivos da guerra que destrói Cabo Delgado. Aliás, não se diz porque matar. Por essa razão se afirma que todas as sociedades humanas pressupõem a existência de um jogo de interesses e a insuficiência de bens para realizá-los gera conflitos. E muitas vezes, são os conflitos por dinheiro e riqueza que dizimam inocentes violando os direitos humanos.

A avidez pelo dinheiro gerada conflitos intermitentes. E como se diz que “onde lutam os elefantes, o capim é que sofre”, agora está o povo sofrendo. A vida humana está sendo corrompida por tanta violência e guerra.

Realmente, como dissera Hobbes” o homem é um lobo para outro homem”. Devoramo-nos entre nós. Mas as relações entre os homens serão naturalmente de colaboração ou de hostilidade? Até quando?

Diariamente morre-se, fogem pessoas, disparam armas, corre sangue inocente, destroem bens da população, etc. E quem se responsabilizará por essas atrocidades? De onde virá o socorro para salvar o povo?

Estamos todos temidos. Pode ser que nos lugares onde ser refugiam as pessoas haja infiltrados desses malfeitores. Como descobri-los? É urgente pôr fim ao sofrimento semeado pela guerra injusta em Cabo Delgado. E quem acolhe os refugiados? Como garantir escolaridade para os distritos afetados pela guerra? Como terminar com os sanguinários?

Muitos daqueles que chegam fugindo a guerra não levam nada. Não têm casa, nem comida, nem roupa. O que resta em seu horizonte é a esperança que carregam em seus corações. Haja solidariedade. Haja ajuda humanitária. Haja socorro para quantos expulsos por força maior de suas aldeias e cidades procuram abrigo em outras terras. O governo deve intensificar o esforço que tem levado a cabo para pôr fim a insurgência e ao terrorismo de Cabo Delgado. E mais não disse!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *