CERCA DE 5 MILHÕES DE METICAIS ESCAPAM DOS COFRES DO ESTADO EM NAMPULA

CERCA DE 5 MILHÕES DE METICAIS ESCAPAM DOS COFRES DO ESTADO EM NAMPULA

Por Pedro Cusse

Abuso de cargo ou função, pagamentos de remunerações indevidos, constam no rol das acusações que pesam sobre 3 professores e 1 agente de serviço afectos a Escola Primária Completa de Namiconha.

A ambição, a insatisfação e o olho gordo guiaram os funcionários até o ponto de violarem os sistemas de pagamentos de salários da escola, e sacar salários grandes em seu benefício sem no entanto ter categoria para o efeito.

Estas descobertas são resultado de um relatório de sindicância realizado pelo Ministério da Economia e Finanças ao fundo de salários de 26 instituições do sector de educação na cidade de Nampula

O porta-voz do gabinete provincial de combate a corrupção José Sopa que tornou publica esta informação, na última terça-feira (16/6) à jornalista na cidade de Nampula, explica que a detenção dos arguidos foi graças a um inquérito feito nesta cidade que envolveu 26 instituições de ensino.

“Eles haviam desenhado um esquema no qual algumas pessoas auferiam um salário que não correspondia com a categoria e outras ainda que nem eram funcionárias da Escola” – disse o Porta Voz do Gabinete Provincial de Combate a Corrupção em Nampula, o qual desencoraja esta atitude e apela aos gestores das Escolas a serem mais vigilantes.

Um dos envolvidos nos sistemas criminosos quebra o silêncio e confessa.

“Na companhia de meus colegas com os quais partilhamos o mesmo processo, vinha praticando essa acção desde 2018. Reconheço ser um grande erro por isso estou arrependido” – frisou um dos acusados.

Na ocasião Sopa disse que aquele gabinete recuperou 5 viaturas, ora pertencentes ao gabinete do então governador da província de Nampula, Victor Manuel Borges.

A nossa fonte revelou ainda que estão detidos em prisão preventiva 5 funcionários do baú-municipal, por supostamente estarem envolvidos em actos de falsificação de talões de depósito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *