COMERCIANTES QUEIXAM-SE DE MÁ ACTUAÇÃO DA POLICIA DA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE

COMERCIANTES QUEIXAM-SE DE MÁ ACTUAÇÃO DA POLICIA DA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE

Por Gelácio Rapieque

Entrevistados pela nossa reportagem, alguns vendedores da cidade de Nampula, acusam a policia de ser corrupta e extorqui-los durante as suas atuações neste estado de emergência.

As nossas fontes revelam que no lugar da PRM garantir a ordem e tranquilidade publicas, passam a vida a ameaçá-los e realizar detenções arbitrarias.

Segundo Hámido Malia, Mohamad Aftar e Sabina António, ao em vez de sensibilizar as populações aqueles a nossa policia fica todo o momento a inventar motivos para exigir aquilo que chamam de refresco.

Na rua, nas barracas e ate mesmo nas lojas os nossos policias ficam toda hora a nos ameaçar, disseram, acrescentando que a situação lhes tira sono.

A situação torna-se mais complicada ainda com a redução de entrada de mercadorias no mercado nacional, devido a medida de encerramento de fronteiras, decertadas pelo governo para conter o vírus no país.

E não é só, o aumento significativo de casos de COVID 19 na província, é uma preocupação que tira sono aos vendedores em Nampula, que dia apos dia, registam a redução de clientes, o que ameaça o seu negocio.

Entretanto, apelam a todos observem com rigor todas a medidas de prevenção e combate ao coronavírus.

Eram alguns vendedores formais e informais da cidade de Nampula.

Refira-se que provincia de Nampula conta neste momento com cerca de 156 casos de Corana vírus, um óbito, 6 internatos e sem nenhum recuperado, motivo mais que suficiente para redobramos todas as medidas de prevenção e combate a doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *