Crónica do Dia – CORPOS DE BANDIDOS SÃO ATIRADOS EM CORRANE

Mirrutthu s’anasusukhi sinriheliwa Okhuryani

Por Kant de Voronha

A onda de criminalidade e o uso indevido de armas para fins obscuros continua a espalhar-se em várias partes de Moçambique. Muitos jovens morrem clandestinamente, mas seus familiares não sabem.

A prática da justiça pelas próprias mãos é praticada não só pela população, como também alguns que detêm poder ou autoridade; os que detêm dinheiro medo de perder a sua riqueza. Esses não pensam duas vezes para cometer atrocidades porque sabem que nunca serão julgados nem serão levados a cadeia. Por isso, os pequenos aprendem com os grandes.

Vejamos aquilo que constitui grande preocupação do povo de Corrane. Desde muito tempo, Corrane é uma terra de mistérios ocultos. Lembro-me que alguns relatos orais apontam que a capital provincial de Nampula seria instalada em Corrane. Mas alguns poderes ocultos impediram a consumação desse plano. Por outro lado, é uma terra de muitos naturais formados. Mas ironicamente, é uma terra pobre e que não desenvolve. Única coisa que abunda em Corrane é carvão vegetal que também vai escasseando por conta das árvores que começam a acabar por conta do não florestamento.

A partir do ano passado, a população de Corrane começou a sentir cheiro de cadáveres que eram misturados na licheira. O tempo foi passando e, desde Fevereiro último, no povoado de Nahipa, concretamente em Maculani, ou áreas afins, as pessoas estão cansadas de inalar cheiro de cadáveres desconhecidos. Não se sabe, ao certo, a proveniência dos corpos que são deitados na mata de Maculani. Mas é uma barbárie e autêntica violação dos direitos humanos.

Há quem duvida que sejam corpos de bandidos que são mortos na cidade. Outros não faltam que aventam a hipótese de serem insurgentes assassinados por aí. Mas a maneira como é amordaçado o assunto, deve ser do domínio das autoridades locais. Não se justifica tanto silêncio e inércia. Não se preocupam porque se o povo já denunciou?

É muito sentimental porque é a beira do caminho e as crianças que passam no local vêem cadáveres como se fossem galinhas. Este acto macabro está deixando triste e inseguro os naturais de Corrane, os quais se sentem inseguros e mal governados. E mais não disse!

One Reply to “Crónica do Dia – CORPOS DE BANDIDOS SÃO ATIRADOS EM CORRANE”

  1. São pessoas humanas e como.tal merecem.ser tratadas com dignidade. Ninguém tem o direito de tirar.a vida do outro.A vida é dom de Deus. Colaborar na investigação e ecigir que se culpa a lei é dever de todos .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *