Crónica do Dia – ELE GOSTA DE COMER PINTAINHOS

Por Kant de Voronha

O fenómeno de casamentos prematuros continua a ser cada vez mais preocupante em várias famílias moçambicanas.

Vezes sem conta ouvimos gritos de socorro dum lado ao outro. Pois, encontramos idosos eternamente apaixonados por crianças. E, infelizmente, encontramos também crianças que seguem e procuram incansavelmente aos idosos. São aliciadas com dinheiro e acabam caindo na armadilha.

Mas esse bicho de dinheiro ehhh vai acabar connosco. Lá na terra de Nyusi também Alshabab mata pessoas por causa de dinheiro. Os cotas procuram comer pintainhos enganando com dinheiro. Todo mundo procura dinheiro e ninguém o odeia. Eyahhh o dinheiro transformou-se em deus da terra.

Os meus ouvidos estão entupidos por causa de ouvir maldades só. Homem de 40 anos violou menor de 3 anitos. Homem de 60 agrediu criança de 10 anitos. Homem de 70 trepou uma menininha de 7. Mas é difícil ouvir que uma mulher de 50 anda com um rapazito de 10 ou agrediu um de 4 sei lá. Será que não existem? Somente são os homens que têm apetite selvagem para seus instintos sexuais? Ahhhh esta língua escorrega muito também!

Mas é sério, os homens precisam de colocar basta nestas apetências. Parece que há um veneno que lhes foi posto nos calções. Isso é doença.

Dois dias que passaram atrás, o Senhor Nahote escreveu-me dizendo: “Uma menina de 9 anos morreu vítima de uma violação sexual por um cidadão de mais de 30 anos de idade. O incidente ocorreu no bairro de Rovuma 1, Distrito de Murrupula, Província de Nampula. O violador anda fugitivo das autoridades, e a avó da malograda, uma kwakwana de cerca de 86 anos de idade está boquiaberta sem saber onde recorrer porque não se aguenta para perseguir casos”.

Eyahhhh! Muitos casos criminais que acontecem lá nas aldeias terminam assim mesmo. Tudo leva-se como se não tivesse acontecido. À semelhança da avó Adelaide que não se aguenta, muitos outros problemas da aldeia não chegam longe porque as pessoas têm medo das autoridades, têm medo de serem corrompidas; têm medo de falar; têm medo de abrir a boca e dizer o que o seu coração sente. Por isso certo dia alguém dizia: “Não se luta com governo”. Como consequência vivemos só lamentando coisas que poderíamos merecer tratamento condigno porque é nosso direito. Ninguém pode continuar calado diante do mal. Ninguém pode continuar calado diante da violação de menores. Ninguém pode ter medo de falar! É um direito de cada um de nós, de você e eu. Basta de pintainhos mortos pelos cotas nas nossas aldeias. E mais não disse!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *