Crónica do Dia – ESTE VELHO É CULPADO DA MINHA DESGRAÇA

Nakhulula tonkiruhela maxakha

As pessoas com uma idade avançada (os idosos) são sem dúvidas uma bênção de Deus; elas são referências, raízes da nossa existência, pois são elas que nos transmitem as suas experiências, nos dizem o que devemos fazer ou evitar e mais outros papeis que eles desempenham na sociedade ou na família.   

Mas nem todas as sociedades e famílias têm visto os velhos como aquelas pessoas que nos ajudam para o nosso crescimento; de tal maneira que encontramos indivíduos com preconceitos em relação aos anciãos, com imagem muito negativa e assim acusando-os de serem portadores de todo mal para a sociedade ou para família.

Certo dia tive a oportunidade de visitar um centro de acolhimento dos anciãos desamparados. Trata-se de pessoas idosas que são abandonadas pelos seus próprios filhos e netos, até muitas delas quase eram para serem tiradas a vida porque demoravam de morrer,  acusadas de desgraçar os filhos e netos, serem feiticeiras, etc.

Na verdade, em algumas famílias se há jovens com má sorte no casamento, no acesso ao emprego e por sua vez existir um velho com cabelos brancos e dois dentes, a culpa daquela desgraça é dele e assim é motivo de ser marginalizado, desprezado, de não ter aquela assistência de um ancião e total desrespeito. Mas porque é que muitas pessoas julgam que os velhos são pessoas más?

Encontramos pais que proíbem seus filhos chegarem na casa dos seus avós. Esquecem que “cada velho que morre é uma biblioteca que arde”. Até algumas pessoas têm medo de se cruzar com um velho pelo caminho, pois aquele de dois dentes é causa de todo mal. Quando descobrem que há um velho que vem de longe, preferem desviar do caminho e se não há um outro caminho para tomar há tendência de cavar e se enterrar do que cruzar caminho com ele.

Vamos tirar da nossa mente esses preconceitos. Contemplemos como uma bênção de sabedoria que está naquelas pessoas. Alias, há um ditado popular que diz: “um velho sentado consegue ver longe, o que um jovem de pé não consegue”.

A Sagrada Escritura nos ensina que “Temos de escutar nosso pai, que nos gerou; não desprezar a nossa mãe quando ela envelhece”. Portanto vamos apoiar os nossos mais velhos, cuidando bem deles de tal forma que eles nos cuidaram até crescer e termos a noção do que é bom e mau.

Evitemos colocar um peso, uma crise neles, pois é muito lamentável ouvir um jovem a desejar a morte de um velho na família porque quer ficar livre de toda malícia.

Por Belito Juma Assane

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *