Crónica do Dia – QUANTO CUSTA UMA GARRAFA DE OXIGÉNIO?

Por Kant de Voronha

Não sei se é por causa do tempo em que estamos; não sei se é por causa do Coronavírus; não sei se é por outras razões. Mas sei que os números de doentes com problemas de respiração aumentam.

Nessas circunstâncias, todos nós confiamos aos nossos centros de saúde, cientes que “o nosso maior valor é a vida”. Pois, a vida não se vende e não se compra. Mesmo que se compre a medicação mas ninguém consegue comprar a saúde, muito menos adiar a sua morte

Entretanto, preocupa-nos saber que muitas vezes os pacientes quando chegam nos centros de saúde parece haver um desleixo por parte de quem os devia atender. Uma vez acolhido ali nas tendas (muhémani), nem os primeiros socorros não existem. Infelizmente até no Hospital Central de Nampula esse veneno chegou.

Diante duma aflição de respiração ou tosse acentuada, o doente é só reparado até fechar os olhos diante do seu familiar que o acompanha e sem condições de operar o milagre. Mais tarde é que vem alguém com o seu estetoscópio para mexer num cadáver inerte ante seu familiar com olhos cheios de lágrimas.

Mas ali ao lado tem aquelas botijas de oxigénio. Será que está a venda? Eu vi um senhor despreocupado com 5 doentes graves acamados ali nas tendas. Um dos doentes estava na fase terminal porque espumava como OMO e seu familiar a ventilar com uma capulana. A esposa daquele doente mostrou umas notas verdes de pecúnia e o agente de saúde foi a correr para levar o oxigénio. Sorte é que o doente recuperou com aquele socorro. Mas era preciso ser aliciado com dinheiro para oxigenar um doente a espumar?

O mais triste é que há alguns médicos que se aproveitam destas gripes e pneumonias para ganhar dinheiro. Para lograr seus intentos eles aconselham que o doente tenha assistência domiciliar. Ora, estando em casa, o médico passa a ter os seus trocados até encher o bolso. Quando nota que já não há mais possibilidades sozinho é quando recorrem de novo ao hospital. São verdadeiros assassinos!

Em nome do povo, nós pedimos melhores condições de atendimento nos nossos hospitais. Os doentes graves devem ter prioridade no atendimento. É uma vergonha quando morre um paciente por negligência do profissional de saúde. O oxigénio é nosso e serve para doentes. Porque acumulam enquanto os doentes morrem a vossa vista? Socorroooooooo!

Todos nós devemos ter um coração que sente. Certamente que não é fama para ninguém quando o número de mortos aumenta. Devia ser alegria, depois de uma jornada de trabalho saber que atendeu bem os doentes e muitos curaram. E mais não disse!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *