Crónica do Dia – SER BÊBADO NÃO É BOA VIDA

Por Kant de Voronha

Cresce o número de pessoas bêbadas e drogadas não só da camada juvenil como também adolescentes e adultos. Antigamente era tabu encontrar mulheres embriagadas e ou sentadas em barracas e ou khangalas a condividir copos com os homens. Mas este cenário foi conhecendo mudanças profundas a nível de todo tecido social.

É frequente vermos adolescentes com olhos vermelhos e a transpirar devido ao consumo de drogas e bebidas alcoólicas. Mais preocupante ainda são pessoas que nem tão pouco conseguem obedecer aos seus pais. Para os adultos até prejudicam seus filhos e lares. Uns recebem seus salários e investem na bebedeira, outros vendem seus produtos da machamba e trocam com aguardentes.

O que mais me deixou escandalizado foi ver alguns irmãos que se dizem puros e perfeitos, a embriagarem-se nas barracas com petiscos de carne de porco que punham nas espetadas. Afinal de contas quem são aqueles que inundaram as barracas embebedando-se parecia que estavam aprisionados nalgum lugar e quando abriram o buraco começaram a vaguear desordenadamente.

Numa época em que a situação económica do país está aquém do desejado, a depreciação do metical é a conversa que sobrevoa na boca dos moçambicanos e os preços de produtos alimentares de primeira necessidade disparam de forma assustadora, não se percebe que haja quem investe em bebidas em lugar de alimentação. Talvez é aquilo que dizem que não há festa sem bebida. Exageram ainda dizendo que festa sem bebida não é festa. Muito dinheiro só para comprar álcool que comida para fortalecer o organismo.

Afinal bebida com petisco anima? Perguntavam aqueles que deliciavam a carne de porco nas espetadas ao lado do New Hotel. Que coisa! Aonde vamos com os excessos de bebida que se alastra nas nossas casas? Lembre-se que um bêbado não age por si. E mais não disse!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *