DESLOCADOS DE GUERRA EM CABO DELGADO PEDEM AO GOVERNO A CONCESSÃO DE DUAT

DESLOCADOS DE GUERRA EM CABO DELGADO PEDEM AO GOVERNO A CONCESSÃO DE DUAT

Por Santos Conta

Trata-se de um grupo de famílias vindo da vizinha província de Cabo Delgado que para a sua estadia na província de Nampula resulta dos ataques armandos protagonizados por homens supostamente sem rosto que aterrorizam e até semeiam luto aos moçambicanos residentes naquele ponto do país.

Maior parte dos deslocados escolheu o distrito de Meconta, posto administrativo de Namilo, para o seu refugio, mas encontra partida não tem condições suficientes ou seja, precisam de quase tudo. Para iniciar com as suas vidas pedem ao governo a concessão de espaço para alçar zonas de habitação assim como machambas.

Este pedido foi feito através de uma conversa que alguns deslocados de guerra de Cabo Delgado concederam a equipa da nossa reportagem na manhã desta quarta-feira (10.06).

Na ocasião, os mesmos falaram do que passamos a citar ʺa nossa Província está mal quase em todos distritos há guerra; nossas casas, machambas e até roupa queimaram por isso não tínhamos outra alternativa senão fugir para um lugar que achamos melhor para viver. Ficamos muito tempo nas matas e finalmente chegamos a Nampulaʺ disseram os nossos interlocutores.

Importa referir que cada dia que passa o Distrito de Meconta recebe pouco mais de dois agregados familiares que fogem de guerra em Cabo Delgado, Província situada na zona norte de Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *