Deviz Simango humilhado em Corrane pela PRM e FADM.

Por: João Baptista

Membros da PRM e FADM maltrataram um Jovem taxista de mota, por ter acompanhado a comitiva do Presidente do Partido Democrático de Moçambique MDM no Centro de acomodação de Corrane distrito de Meconta

Trata-se de alguns agentes da lei e ordem que garantem a segurança no centro de reassentamento dos deslocados de guerra de Cabo Delgado, acomodados no posto administrativo de Corrane, Distrito de Meconta, província de Nampula.

Tudo começou quando o presidente do MDM decidiu neste Domingo, se deslocar aquele local para apoiar os deslocados com alguns produtos alimentares.

Chegado na zona e porque a comitiva não conhecia o Centro, foi solicitado um jovem taxista de mota para acompanhar.

Este mostrou a sua disponibilidade para leva-los ate ao Centro de acomodação, onde os agentes da lei e ordem, não deixaram que Deviz Simango e os seus membros entrassem naquele local alegando que precisavam de autorização do chefe do posto policial.

Feita a ligação para o chefe do posto policial disse que a comitiva não estava autorizada para entrar naquele local.

Deviz Simango Mostrou-se agastado com aquela situação e sentiu-se obrigado a entregar os produtos alimentares a alguns responsáveis dos deslocados.

Momentos depois da entrega, Simango mostrou se preocupado com as condições sanitárias vividas naquele Centro, e disse haver a necessidade do governo e a sociedade se esforçarem no sentido de melhorar as condições dos deslocados.

Os deslocados mostraram-se satisfeitos por terem recebido os produtos de primeira necessidade que tanto necessitam.

Enquanto decorria a entrega dos produtos os homens da lei e ordem ajustavam contas com o jovem taxista, que teria acompanhado a comitiva, alegando que levava pessoas desconhecidas para o local.

Ate a hora de Daviz Simango sair do local com a sua comitiva, o jovem taxista estava algemado e a motorizada confiscada.

Uma Situação que inquietou ainda mais aquele dirigente politico, tendo pedido para que lhe tirassem as algemas.

Daviz Simango revoltado com atitude daqueles agentes disse  tratar-se de violação dos direitos humanos.

De lembrar que desde que foram transferidos os deslocados para o Centro de reassentamento de Corrane, esta foi a primeira vez que  um Presidente de partido politico, efectua uma visita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *