DIA DOS HERÓIS MOÇAMBICANOS EM NAMPULA

DIA DOS HERÓIS MOÇAMBICANOS EM NAMPULA

Por César Rafael

Celebra-se hoje à escala nacional o dia dos heróis moçambicanos que coincide com o quinquagésimo primeiro aniversário da morte de Eduardo Chivambo Mondlane.

Em Nampula, as cerimónias centrais tiveram lugar na praça dos heróis moçambicanos, onde pela primeira vez na história do novo ciclo de governação, estiveram presentes dois dirigentes ao nível do governo nomeadamente Mety Gondola, Secretário de Estado e, Manuel Rodrigues Alberto, Governador da província.

Mety Gondola foi o primeiro a depositar a corôa de flores, seguido de Manuel Rodrigues Alberto, governador da província.

O Governador de Nampula foi o primeiro a falar para a imprensa que, na ocasião, exaltou aos heróis moçambicanos e pediu a todos para se inspirar nos ideais de Eduardo Mondlane.

A união, a coesão, o amor e a paz, foram apontados por Rodrigues, como principais elementos que devem prevalecer no coração de cada moçambicano, pois, é só com estes elementos que se pode avançar ao desenvolvimento, disse Manuel Rodrigues.

Por seu turno, o Secretário de Estado, Mety Gondola, disse que a data é um momento de reflectir e valorizar as conquistas e sacrifício dos heróis moçambicanos, buscando a unidade, a diversidade de opiniões para a concertação do que é prioridade na construção de um Moçambique melhor.

Gondola enalteceu o papel dos heróis e reafirmou o compromisso de tudo fazer para que Moçambique alcance o desenvolvimento.

Algumas pessoas que falaram a Rádio Encontro, entre antigos e não combatentes, reconheceram os esforços de Eduardo Mondlane e apelaram maior atenção a todos para não esquecer a figura de Eduardo Mondlane como forma de imortalizar os seus ideais.

De referir que Eduardo Mondlane morreu a 03 de Fevereiro de 1969, após ter recebido uma encomenda bomba no seu gabinete como reza a história de Moçambique.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *