DIA INTERNACIONAL DO ESTUDANTE

Por Florêncio Alfredo

A corrupção por parte dos docentes universitários do país, aliada a falta de oportunidades deemprego para os recém-graduados, constitui um calcanhar de Aquiles para associação dos Estudantes de Moçambique-AEFUM.

A informação foi revelada pelo coordenador Provincial desta agremiação Abilio Ussene, por ocasião da celebração do dia internacional do Estudante assinalado a 17 de Novembro do ano em curso.

Ussene disse ainda que o absentismo por parte dos estudantes universitários do país constitui um outro problema para aquela organização.

Entretanto, alguns estudantes entrevistados pela nossa equipa de reportagem, foram unanimes em reconhecer o esforço que as universidades têm empreendido nos últimos tempos para a melhoria do processo de ensino e aprendizagem.

Por outro lado, desafiaram aos outros estudantes a não dependerem do docente para a obtenção de conhecimentos. Para depois afirmarem que o estudante deve ser um individuo que busca o conhecimento para o debate com o docente na sala de aula.

Lembre-se que a cada 17 de Novembro de cada ano os estudantes celebram recordando seus colegas que reivindicavam a ocupação do território Checo por Nazistas em 1939, que culminou na morte de um estudante.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *