ESTUDOS ONLINE NÃO SÃO EFECTIVOS PARA REALIDADE MOÇAMBICANA

ESTUDOS ONLINE NÃO SÃO EFECTIVOS PARA REALIDADE MOÇAMBICANA

Por Florêncio Alfredo

A Directora do Instituto Politécnico Familiar Rural de Mecubúri, é da opinião de que os estudos online bem reestruturados podem ser uma valia para os estudantes de todo território moçambicano.

Edina Cardoso admite que a plataforma online ora adoptada para os estudantes é desafiadora uma vez que para as escolas de alguns distritos poderá tornar-se difícil devido a falta de instrumentos que dão acesso a tal estudo.

Para a nossa interlocutora, o estudo online é benéfico, o desfio é o seu manejamento e o número das pessoas que acessam a internet, uma vez que esses serviços não são gratuitos no nosso país.

Edina disse ainda que é melhor estudar dentro da sala de aulas com a presença do professor, porque a exigência tem sido maior que estudar em casa.

Os nossos alunos do Instituto Politécnico Familiar Rural de Mecubúri na sua maioria são pobres e que não têm condições e nem é fácil o acesso a comunicação, por isso fazemos acompanhamento” avançou Edina Cardoso.

Aquela directora disse igualmente que a instituição que dirige fez guias de estudos que ajudam aos estudantes na resolução de alguns trabalhos e por sua vez é feito monitoramento com professores, um de cada casa de um aluno com objectivo de lhes incutir a não desistirem do instituto, visto que trata-se de um distrito onde o abando da escola tem sido maior.

“Pedimos aos pais e encarregados de Educação para que entrem em contacto com o nosso instituto para a conversação de pagamento das taxas anuais”, disse a directora Edina indignada com os pais que ainda não fizeram os respectivos pagamentos.

De salientar que o Instituto Politécnico Familiar Rural de Mecubúri, província de Nampula é uma propriedade da Arquidiocese de Nampula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *