Falta de iluminação pública, entre Texmoc à Coca-Cola preocupa transeuntes

Por: Lino Victor

Os moradores da zona da Presidência, bairro de Napipine, na Cidade de Nampula, reclamam a falta de iluminação pública, no troço entre a Fábrica da Texmoc à Coca-Cola.

O troço em causa, não tem postes de média tensão onde estariam colocadas as lâmpadas para a iluminação pública e presume-se que seja desde a construção daquela infraestrutura.

Trata-se de uma estrada que não é movimentada apenas pelos residentes daquele Bairro, mas também por camiões de grande tonelagem que vão a muitas empresas instaladas naquela zona a fim de carregar e descarregar mercadorias.

Moradores que falaram aos nossos microfones, disseram que, passar naquela via a partir das 18 horas a pé ou de mota, precisa ter muita coragem, pois, tem pessoas que aproveitando-se da falta de iluminação agridem pessoas.

Os nossos entrevistados apontam as mulheres e os moto-taxistas como sendo mais vulneráveis nas incursões dos malfeitores, que violam e arrancam motorizadas.

Martins Amisse residente daquele bairro, disse a nossa reportagem que, vem assistindo agressões naquela via, mas por falta de união dos moradores, não pode fazer nada.

Amisse disse que andar a noite naquela zona, constituem um perigo, dai que os táxis não circulam, complicando a vida dos que não tem transporte pessoal quando acontece algo na sua casa.

Outro utente daquela via é Dino Araujo, operador de táxi mota naquela via, o qual disse que tem sido um sacrifício trabalhar, devido as agressões que já aconteceram com os seus colegas.

“Essa situação obriga-nos a sair cedo para poupar a nossa vida”.- disse a nossa fonte.

Por outro lado, Olívio de Sousa Amade, outro munícipe que ganha o seu pão naquela via, disse que para além da falta de luz, a via encontra se num estado de degradação avançada devido a falta de manutenção.

O nosso entrevistado deu a conhecer que os bandidos têm aproveitado as covas que ali se encontram, aliado com a escuridão para arrancarem motas e celulares.

Amade contou à Rádio Encontro que um dia ele já foi um samaritano, salvando um munícipe que estava sendo agredido.

Quando se aperceberam da minha presença os meliantes puseram-se em fuga e eu carreguei-o salvando do perigo.

O nosso interlocutor pediu a quem de direito para resolver a situação de iluminação e as pequenas crateras abertas devido ao desaparecimento dos solos, pois no entender dele, isso poderá minimizar a criminalidade naquele troco.

De salientar que, na Cidade de Nampula há muitas vias importantes que não tem iluminação da rede eléctrica, como por exemplo a rua que parte da Escola Secundaria de Mwatala ao Posto, perigando assim a vida dos munícipes, principalmente senhoras que estudam de noite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *