Governador de Nampula exige acções concretas aos administradores distritais

Por Amélia Augusto

O Governador de Nampula voltou a desafiar aos Administradores distritais a incorporarem acções concretas no plano quinquenal 2020/2024.

Manuel Rodrigues falava na última quinta-feira na II Sessão Ordinária do Conselho Provincial, que de entre vários assuntos, serviu para apresentação da proposta do Plano Económico e Social, e respectivo Orçamento.

O Chefe do executivo Provincial disse estar esperançado no sucesso dessa proposta porque, segundo suas palavras, um pouco por todos os distritos, os Administradores são novos.

Na opinião de Manuel Rodrigues, as acções devem estar viradas para as populações, principalmente as que residem no meio rural.

“Esperamos de todos os Administradores, enriquecimento em termos de propostas concretas, sobre acções que devem ser incorporadas neste instrumento de gestão estratégica da nossa Província, para que esteja em consonância com as prioridades de desenvolvimento dos 23 distritos” – disse Manuel Rodrigues para o qual o plano Económico e Social deve ser realístico, inclusivo e abrangente, depois da sua aprovação pela Assembleia Provincial.

Trata-se de um plano que também visa socializar e familiarizar aos Administradores, por forma que seja um instrumento de trabalho ao nível dos governos distritais.

A Sessão de apenas um dia serviu igualmente para uma reflexão sobre o processo de colheita de receitas e comercialização agrícola e a situação actual da transitabilidade na Província de Nampula.

O governante recordou que a população de Nampula está expectante que o programa do Governo deverá impactar positivamente nas suas vidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *