HCN registou 10 óbitos dos 5160 pacientes atendidos nos últimos 20 dias 

São dados referentes ao movimento de pacientes que durante este período procuraram pelos serviços de saúde no maior hospital da região Norte do país, segundo Carlitos Laissone, substituto do Director do Banco de socorro desta unidade sanitária, falando à imprensa nesta 5ª feira (24/11): “dizer que durante este período grande parte deles foram transferidos em estado grave de saúde”.

Carlitos fez saber que agressões físicas, acidentes de viação e mordeduras humanas foram as principais causas da procura dos serviços no período em referência.

Sem precisar dados, Laissone sublinhou que o número de pacientes nos últimos dias tem vindo a crescer se comparado com igual período do ano passado: “comparando ao igual período do ano passado agora há filas enormes no banco de socorros”.

Evitar excessos é o apelo que fica por parte do sector a toda população, numa altura em que a quadra-festiva está às nossas portas.

Rádio e Televisão Encontro (RTE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *