IMUNDICIE DEVORA MERCADO GROSSISTA DE WARESTA

IMUNDCIE DEVORA MERCADO GROSSISTA DE WARESTA

Por Florêncio Alfredo

Utentes do Mercado grossista do Waresta, exigem ao Conselho Autárquico de Nampula, flexibilidade nas obras de pavimentação daquele recinto Comercial.

A colocação de pavês é vista como que poderá melhorar as condições de higiene para além de facilitar a circulação de pessoas.

O plano de pavimentação daquele mercado estava inserido no manifesto eleitoral para as intercalares de 2018, do Presidente do Conselho Autárquico de Nampula, Paulo Vahanle, onde propunha que caso fosse eleito, melhoraria as condições de higiene.

De lá ao nossos dias verificou-se a colocação parcial de pavês. Algo que faz com que nesta época chuvosa, algumas áreas sejam ocupadas por águas negras e lama que condiciona a livre circulação dos utentes, para além de ser um risco a saúde pública.

Alguns utentes, falando a Rádio Encontro, mostraram-se preocupados com o cenário que se vive naquele mercado, provocado com a chuva intensa que se faz sentir ao nível da região Norte do país.

As nossas fontes, acrescentaram que devido a falta de remoção de resíduos sólidos em algumas partes do mercado, o cheiro nauseabundo toma conta do recinto.

Quando chega a época chuvosa tem sido difícil praticar a nossa actividade, visto que nem todos temos bancas para o efeito,” sublinhou um dos nossos entrevistados que ocupou a área pavimentada, onde tinha sido reservado para a circulação de viaturas.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *