Crónica do Dia – LIBERTE-SE DO MEDO INTERIOR

LIBERTE-SE DO MEDO INTERIOR

Por Kant de Voronha 

O medo é um grande inimigo que devemos expulsar da nossa vida. Ele penetra aos poucos na vida de alguém até alojar-se no mais íntimo do seu coração (othí wotepaxa wixerya w’eroho). Acomoda-se e instala-se aí e começa a comandar todos os projectos do indivíduo.

Existem vários tipos de medo. O medo acompanha-nos, como pessoas. Há quem teme pessoas iguais, teme escuridão, teme animais, teme viagens, teme desafios da vida, teme aventuras, teme perder emprego, teme ser substituído do seu cargo de chefia, teme sair férias, teme etc. Aí começa secar a boca, dificuldades em respirar, cai suores nas axilas, sentimento de incapacidade, ansiedade. Tudo depende do tipo de medo que nos abala.

Mas quando o assunto é poder, o medo é maior ainda mais. Nestes dias em que o coronavírus preocupa a todos, as instituições são desafiadas a trabalhar em escalas para permitir que haja condições de prevenção contra o contágio do vírus. Esta é uma dura medida que atinge os doentes de poder. Esses, mesmo que estejam em casa não ficam sossegados e a toda hora telefonam para o serviço para saber se está tudo em condições ou se lhe precisam para assinar algum documento.

Munyethe Nripu é nome fictício de um funcionário público que tem medo de perder poder. Durante a vigência do estado de emergência, Munyethe foi dispensado por 3 vezes para ficar em casa lavando as mãos e usando máscara para evitar Coronavírus. Mas Munyethe não consegue ficar quieto em casa. Todos os dias que ficou dispensado, telefonava sempre para sua secretária particular para saber se foi s  ubstituído da chefia.

Certo dia, Marisa (sua Secretária) perguntou: “Senhor Director porque tanta insistência em saber se não foi substituído? Agora é sua vez de ficar em casa”. Munyethe em linha telefónica retorquiu: “EU NÃO GOSTO DE FÉRIAS”

Afinal não é questão de não gostar de férias. É mesmo medo de perder o cargo. A semelhança de Munyethe existem muitas pessoas que têm medo de perder a cadeira que ocupam para se sentar e mandar. Têm medo de deixar lugar com os outros. Entretanto, é preciso libertar-se do medo e permitir que todos tenham lugar para servir e dispor os seus talentos. E mais…

One Reply to “Crónica do Dia – LIBERTE-SE DO MEDO INTERIOR”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *