MELHOR PREVENIR QUE REMEDIAR

MELHOR PREVENIR QUE REMEDIAR

Por Kant de Voronha

Estamos a passos galopantes para abertura do ano lectivo. Pais e encarregados de educação ficam aflitos a estas alturas do ano.

O bolso está furado porque as festejas de fim do ano limparam todo estoque familiar sem deixar rastos. Mas a culpa não é das festas. A culpa é dos festejadores que celebraram as festas esquecendo-se do futuro.

Às vezes, oiço algumas pessoas que dizem “Viva hoje porque o amanhã não se sabe”. É essa mesma atitude que fez com que na transição do milénio, entrada ao ano 2000 muitas pessoas gastassem grande parte de seus pertences. Queriam acabar tudo antes de morrer. E grande parte dessa gente ainda vive e já não tem aquilo que gastou sem pensar.

Portanto, o consumismo esbanjista virou as palavras e defraudou o sentido verdadeiro da frase: “Viva como se fosse morrer amanhã. Aprenda como se fosse viver para sempre” Mahatma Gandhi. Isto ensina prudência e um agir coroado de esperança.

Assim, em festas as pessoas deviam ter consciência que Janeiro é um mês exigente para preparar a escola dos filhos, cadernos, uniformes, sapatos e pastas, matrículas e mensalidades, etc. Para festejou pensando que morreria imediatamente agora paga o preço da sua imprudência vagueando de um canto ao outro a procura de endividamento.

Assim, é preciso viver com intensidade, com gosto pela vida, com amor pela vida, com responsabilidade, sabendo que certas coisas só você, como ser único que é, pode fazer: outros o farão de maneira pior, outros poderão fazer até melhor – mas nunca como você o faria.

Porque assim como tudo depende de nós, nós dependemos de tudo. Se outros não tivessem feito a sua parte a nossa vida seria pior, assim como se muitos tivessem se desleixado daquilo que lhe competia satisfatória e responsavelmente hoje poderíamos estar vivendo melhor, com mínimos problemas. Então, aprenda como se fosse viver para sempre, isto é, tenha consciência que o que se aprende hoje poderá ser imprescindível amanhã.

Sinto que algumas pessoas não aprendem com seus erros. Como resultado disso, não se corrigem e continuam a cometer os mesmos erros. Emenda-se e não volte a tropeçar nas mesmas covas. E mais não disse!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *