Mercados do Município de Nampula terão sistemas de lavagem das mãos com pedais

Por Elísio João

A Water Aid, uma Organização não governamental procedeu a entrega esta sexta-feira, 16 de Outubro, de 100 sistemas de lavagem de mãos ao Conselho Autárquico da Cidade de Nampula.

A entrega simbólica dos sistemas foi feita no Mercado 25 de Junho, vulgo Matadouro nesta cidade, pelo gestor de Projectos da Water Aid, José Chiluvane, que referiu ser uma das contribuições da sua organização na componente de prevenção da Covid-19.

“Sendo uma organização cuja missão é assegurar que o acesso a água, o saneamento do meio e higiene sejam normais para todos em todo lugar, achamos que temos um papel chave na luta contra a Covid-19, pelo que decidimos levar a cabo várias acções de sensibilização para prevenção desse vírus em todas as províncias onde actuamos” – disse o gestor de projectos da Water Aid o qual revelou que para além da disponibilização dos sistemas de lavagem de mãos, essa organização vai, através das Rádios Comunitárias, promover campanhas de sensibilização nos distritos de Memba e Mossuril, Província de Nampula, actividade que também está a acontecer nas províncias de Niassa, Zambézia e Maputo.

Os sistemas de lavagem das mãos são pedestres, sem a necessidade de pegar a torneira e sabão com as mãos.

José Chiluvane recordou que a lavagem das mãos é considerada uma das medidas de primeira linha para a prevenção da Covid-19, reduzindo em 40 porcento o risco de contaminação de doenças infecciosas.

“Com fundos da Fundação ʺAinicanʺ para a África, decidimos apoiar o Município de Nampula com estes sistemas de lavagem de mãos, avaliados em 2 milhões e 500 mil meticais” – disse Chiluvane que acredita que venha se fazer o seu uso apropriado em todos os mercados, como forma de reduzir a incidência de doenças de vária ordem, com destaque para a Covid-19, a Cólera e as diarreias.

Em representação do Presidente do Conselho Autárquico da cidade de Nampula, o Vereador de mercados e feiras Osvaldo Ossufo agradeceu o gesto e pediu para que outras organizações façam o mesmo, nessa altura em que a pandemia da Covid-19 continua a ceifar vidas humanas.

“Já capacitamos os chefes dos mercados para terem a capacidade de gerir esses sistemas, em 14 mercados até agora seleccionados” – disse o Vereador Osvaldo que assume ser grande desafio, a conservação do equipamento para além de garantir água em todo o momento nos locais onde será montado.

Os Munícipes e utentes do mercado 25 de Junho esperam que os sistemas sejam disponíveis para todos, numa clara alusão de que quando bem geridos poderão contribuir bastante na prevenção da Covid-19 nesta Cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *