Crónica do Dia – O CELULAR MENTE?

O CELULAR MENTE?

Eyápelano ennótha?

Por Kant de Voronha

Toda gente quer ter celular. Uns usam o celular para comunicar com a família, os amigos, os colegas de trabalho ou os irmãos da igreja; outros usam o celular para fofocar vida alheia, para criar rede de bandidagem; outros ainda que usam o mesmo celular para grandes negócios enquanto as crianças usam-no como objecto de brincadeiras.

Estamos na era do domínio da técnica e tecnologia. O seu impacto é visível nas relações humanas e sociais. Cada vez usamos mais os telefones celulares. Mas ao mesmo tempo eles estão se transformando em um dos principais obstáculos para a comunicação interpessoal. Os celulares nos aproximam dos que estão longe, mas cada vez nos afastam daqueles que partilham o tecto connosco.

É difícil encontrar alguém hoje em dia sem seu telefone celular. As pessoas o levam na mão, como se fosse BI, ou colado ao ouvido, ou vibrando e tocando no bolso da calça. Quase ninguém quer se separar dele. Algumas pessoas apanham febres quando perdem o seu celular.

Infelizmente o mau uso do celular faz dele uma má companheira. Ultimamente reduzem as conversas face a face. Cada um fica curvado ao seu celular. Não temos tempo para ninguém. E provoca atitudes egoísticas porque há fechaduras que põem para que ninguém use nem abra o celular. Assim como se colocam grades nas casas acontece com os celulares. São trancados em todos os sentidos possíveis.

Há pessoas que se servem mal do celular para mentir e inventar situações que não acontecem. Ontem estive num chapa que fazia o trajecto Faina a Polígono. Ao meu lado estava uma senhora, aparentemente dona de casa. De repente, telefona-lhe alguém: (RM) oi amor – respondeu ela. Já estou no chapa a vir ao seu encontro. Agora estamos a passar aqui em Nampaco. Mas naltura ainda estávamos saindo do Parque da Faina. Num coro desafinado, os outros passageiros gritaram em desacordo (RM): wuluuuuu. E perguntava eu: será o celular ou é ela que mente?

Não são casos raros. Há muita gente que, nos dias que correm aproveitam-se do celular para mentir e arrumar desculpas. “Olha mano, epahhh, viste nem, o meu carro avariou aqui neste sítio, ta ver ali no no no..” dizem alguns enquanto mentem a si próprios.

Portanto, a simples presença de um celular é um obstáculo para a boa comunicação entre duas pessoas. E mais não disse!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *