ONDA DE CRIMINALIDADE NA CIDADE DE NAMPULA

ONDA DE CRIMINALIDADE NA CIDADE DE NAMPULA

Por Júlio Assane

Os ladrões que assassinaram um Guineense e roubaram avultadas somas de dinheiro já estão nas celas da Polícia.

Cinco indivíduos estão detidos pela Polícia da República de Moçambique em Nampula, acusados de matar um cidadão estrangeiro de nacionalidade Guineense nesta cidade.

Depois de o assassinarem, dentro do seu armazém, na Avenida Samora Machel, os larápios apoderaram-se de avultadas somas de dinheiro e puseram-se em parte incerta.

O crime foi cometido no passado mês de Dezembro, envolvendo seis cidadãos nacionais, sendo um deles, guarda do respectivo armazém.

Um dos acusados ouvido por jornalistas aceitou o seu envolvimento no homicídio.

“Fazemos parte desse grupo, mas eu estava do lado de fora a fazer vigia, e não sei como foi que mataram o dono do armazém lá dentro” – clarificou um dos integrantes do grupo.

Um outro envolvido disse que depois do roubo, cada um recebeu  40 mil  meticais.

Entretanto, a polícia ainda não sabe o valor real que os gatunos conseguiram retirar do armazém do estrangeiro.

O porta-voz da Polícia da República de Moçambique em Nampula, Zacarias Nacute, disse que os indivíduos depois de molestarem e violentarem a vítima que se encontrava no seu armazém, roubaram o dinheiro e tiraram-lhe a vida com recurso a uma  corda tendo abandonado o seu corpo.

Nacute fez saber que a Polícia está neste momento a trabalhar de modo a neutralizar o sexto indivíduo que se encontra foragido.

“A Policia, nas suas varias especialidades esta a trabalhar no sentido de neutralizar outro integrante do grupo que se encontra foragido”- disse Zacarias Nacute que desencoraja a todos os indivíduos que para lograrem seus intentos optam em tirar a vida do outro.

Recordou que a polícia está preparada de forma a manter a ordem e tranquilidade públicas.

Este pronunciamento de Zacarias Nacute acontece numa altura em que na cidade de Nampula, aumentam os casos de assaltos a pessoas indefesas na via pública e em suas residências.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *