OS GANANCIOSOS SÃO EGOÍSTAS

OS GANANCIOSOS SÃO EGOÍSTAS

Por Kant de Voronha

Escutai as palavras de Jesus que diz: “Atenção! Tomai cuidado contra todo tipo de ganância, porque, mesmo que alguém tenha muitas coisas, a vida de um homem não consiste na abundância de bens” (Lucas 12, 15).

A ganância é uma tentação, para pobres, para ricos, crianças, jovens ou adultos: para todos nós. Ela, na verdade, cega os nossos olhos, nossa visão de vida e nos mantém direccionados apenas para um lado: ganhar, obter lucros, vantagens, acumular bens e assim por diante. No mundo em que vivemos, tão capitalista, consumista e voltado para os bens materiais, a ganância tende a crescer no coração das pessoas. Mas a ganância tira-nos o foco do essencial.

Porque o amor, a caridade e a sede de Deus torna-se secundário, quando aquilo que move a nossa vida é somente lucrar, ganhar, enriquecer e obter vantagens. Seja uma pessoa realmente batalhadora, cresça cada vez mais na sua vida, naquilo que faz, dê o melhor de si! Mas não gaste a sua vida, suas energias e capacidade de fazer tantas coisas, simplesmente, focando-se apenas em ganhar dinheiro, tornar-se invejoso e avarento. Isso nos empobrece. Nos torna mesquinhos e fechados em nós mesmos.

Isso faz de si uma pessoa orgulhosa, soberba, cheia de si, que fecha os olhos para as necessidades dos outros. Deus semeou em nosso coração a semente da humildade. Na verdade, a nossa vida não consiste nos bens que temos. Às vezes, a pessoa gasta tudo que tem na vida para construir uma bela casa, para juntar dinheiro e tantas outras coisas, e no outro dia, essa pessoa morre. E o que leva desta vida ao caixão? Somente a boa semente que plantou, as virtudes que cultivou. De facto, só vamos levar daqui o amor que semeamos, que vivenciamos e colocamos em prática! Se o nosso coração tem alguma tendência a ser ganancioso, que seja para fazer o bem, para trabalhar de forma justa e honesta, mas sem vivermos de fingimentos e hipocrisia.

É pena vermos algumas pessoas que quando têm bens materiais se esquecem dos familiares por serem pobres. Inventam novas amizades, trocam de mulheres, perdem a cabeça e só mais tarde é que se lembram de Deus. Mas tudo isso é fruto da ganância porque ela leva ao egoísmo. E mais não disse!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *