OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO DEVEM DEFENDER A VIDA HUMANA

OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO DEVEM DEFENDER A VIDA HUMANA

Por Gelácio Rapieque

Os meios de comunicação social da Igreja Católica devem trabalhar no sentido de informar, formar e unir as comunidades, diz o Papa Francisco.

O apelo vem numa mensagem dedicada para a conferência Católica dos meios de comunicação que acontece nos Estados Unidos da América desde o dia 30 de Junho último e que termina hoje.

Na sua mensagem, Francisco começa por contextualizar o objectivo da criação dos meios de comunicação na igreja, onde explica que os mesmos são para servir as comunidades na missão pastoral.

O Sumo pontífice sublinha como é essencial a missão dos meios de comunicação social para manter as pessoas unidas, encurtando distâncias, fornecendo as informações necessárias e abrindo as mentes e os corações à verdade.

O Papa Francisco diz que esta é a tomada de consciência importante que já levou a criação do Jornal católico, denominado Catholic Miscellany, nos Estados Unidos da América em 1822, seguido com vários jornais, periódicos, revistas, rádios e Tvs ao nível do mundo.

Dai que, hoje, como naqueles tempos, diz Francisco, as comunidades precisam de meios de comunicação para informar e unir.

Na mensagem o Papa explica como isto se desenrola para aqueles que trabalham na comunicação: ʺprecisamos de meios de comunicação capazes de construir pontes, defender vidas e abater murros visíveis e invisíveis que impedem o dialogo verdadeiro e a verdadeira comunicação, lembrando que é necessário que os meios de comunicação ajudem as pessoas, sobretudo aos jovens a distinguir o bem do mal e a apresentar os factos de forma clara e imparcial.

Portanto, reitera o Papa, precisamos de homens e mulheres de princípio, que protejam a comunicação de tudo o que possa distorce-la ou desvia-la para outros fins.

Francisco acrescenta que toda a comunicação tem a sua fonte última na vida de Deus, por isso, esclarece que a comunicação ʺnão é apenas uma questão de competência profissional, mas de atesta pessoal a verdade da mensagem que transmitimosʺ.

De referir que a Conferência Católica dos Meios de Comunicação dos Estados Unidos da América, termina hoje e acontece em vídeo conferência por causa da pandemia do novo coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *