Pelo menos 3 em cada 10 mulheres são diagnosticadas com cancro da mama e do colo de útero por ano no distrito de Nampula

Esta informação foi tornada pública por Sónia João Martins, enfermeira de saúde materno-imfantil e responsável do deprtamento de saúde no Centro de saúde Primeiro de Maio, que vai mais longe durante um balanço positivo sobre as actividades que aquele centro realizou ao longo do mês de Outubro.

Sónia disse que o cancro de mama e do colo do útero é um problema preocupante, embora reconheça haver motivos de alegria, e possivel fazer o diagnóstico, seguimento e tratamento da doença.

Lúcia Guedes, psicóloga afecta a aquele sector disse que o cancro de mama e do colo do útero, tiram a vaidade das mulheres, pois vezes sem conta elas vee-se obrigadas a tirarem os símbolos femininos. A fonte disse igualmente que quando isso acontece as mulheres podem ter ideias suicidas.

Recordesse que as mulheres nos últimos tempos com os mesmos problemas, têm se dirigido nas unidades sanitárias para o tratamento.

Pedro Cusse

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *