Presença de fiéis católicos na peregrinação ao Santuário de Meconta bate recorde na Arquidiocese de Nampula   

O santuário Santa Maria, Mãe do Redentor, no distrito de Meconta, província de Nampula, acolheu este final de semana (13-14/08), a peregrinação mais concorrida de sempre.

De acordo com Dom Inácio Saure, Arcebispo de Nampula, que presidiu ao grande evento de oração e de encontro com Deus, a grande presença registada dos fiéis superou a peregrinação de 2019.

Os fiéis presentes na cerimónia, que há dois anos não participaram da peregrinação por contas da covid 19, manifestaram a sua alegria e mataram a sede de se encontrarem com Deus e com os irmãos.

Seus desafios concretos foram de orar e continuar a orar pela conversão dos protagonistas do terrorismo em Cabo Delgado e noutros ângulos do mundo, para que por força de Deus se juntem aos fiéis para que, de uma vez por todas, as armas se calem e o sofrimento seja uma palavra inexistente rumo à reconciliação e paz efectiva.

Já na missa vespertina da solenidade da Assunção da Virgem Santa Maria, Dom Inácio Saure começou por explicar o sentido daquela solenidade da Assunção da Virgem Maria: “olhamos para o belo exemplo daquela que soube, mais do que ninguém, acolher a palavra de Deus e pô-la em prática”.

O prelado sublinhou, na sua homilia, que a Virgem Maria é a salvação do povo de Deus: “o triunfo da Maria será o triunfo do povo de Deus, o fim último desta cerimónia”.

De acordo com o Arcebispo, a peregrinação é a possibilidade de exprimir a sua fé em comunidade dos fiéis em marcha e que permite concentrar-se e dar forma a uma busca de Deus, julgada cada vez mais difícil no ritmo ordinário do dia-a-dia da vida.

Por: César Rafael

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *