PRM deteve 13 supostos integrantes do grupo Al Shabab

Por César Rafael

A polícia da República de Moçambique em Nampula deteve na semana finda, 13 indivíduos que se deslocavam a província de Cabo Delgado com promessa de emprego numa suposta empresa de construção civil.

A informação foi tornada pública por Zacarias Nacute, porta voz da corporação quando fazia o balanço operativo da última semana do mês de Abril no habitual briefing semanal.

E porque Cabo Delgado está a ser vítima de ataques terroristas, Nacute disse desconhecer a real intenção da deslocação daqueles indivíduos para aquele ponto da região, o que criou suspeitas ao nível da corporação, e motivou a sua detenção para prestarem as suas declarações.

No mesmo período em referência, uma empresa de segurança privada, foi sancionada com uma multa avaliada em 750,500MT por cometimento de várias infracções, como são os casos de falta de vistoria, deficiência na formação dos seus agentes, inexistência de uma caixa forte para a conservação do material bélico.

Entretanto, 2 pessoas perderam a vida em consequência de um acidente de viação, onde deficiências mecânicas foram apontadas como a principal causa. No mesmo período, 2 acidentes ferroviários causaram a morte de 1pessoa e outras 2 contraíram ferimentos, no posto administrativo de Natikiri, cidade de Nampula, e no posto administrativo de Namigonha no distrito de Ribaué respectivamente.

A nossa fonte fez saber que o índice de criminalidade na província, baixou em 75 porcento se comparado com igual período do ano passado pois, no último final de semana foi registado 1 caso criminal contra 4 do ano passado.

Nacute disse na mesma ocasião que 27 automobilistas foram autuados por incumprimento das medidas de prevenção contra a covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *