PRM em Nampula desencoraja justiça pelas proprias mãos.

Por: Malito João

Quato Indivíduos supostamente membros da Renamo, estão sob custodia Policial acusados de perturbarem a ordem pública na localidade de Calipo no posto administrativo de Namaita no distrito de Rapale, em Nampula.

A informação foi dada a conhecer ontem pelo Porta-voz da Policia da Republica de Moçambique em Nampula Zacarias Nacute, que falando no habitual briefing semanal, fez saber que os indivíduos se faziam de membros de policiamento comunitário, e durante os seus trabalhos operativos torturavam a população daquela comunidade.

No acto das suas actividades obscuras, segundo a fonte, incitavam a população para não recorrer nenhum posto policial próximo para resolução de qualquer problema alegando que eles eram competentes para resolver as dificuldades da comunidade.

Ipolto José Cadeira delegado politico da Renamo no posto administrativo de Namaita, que faz parte do grupo, disse que foi recolhido sem saber os motivos da sua detenção, uma vez nunca ter participado em actos criminais.

Joaquim Momade e Jamal Jacinto indiciados no crime, falando em língua local também negam o seu envolvimento no crime que lhes e acusado e juram que são inocentes.

Por seu turno o porta-voz da polícia da república de Moçambique em Nampula, Zacarias Nacute, disse que trata-se de uma quadrilha perigosa que esta a semear luto no distrito de Namaita.

Zacarias Nacute frisou que esses indiciados atormentavam a população em Namaita, onde se proclamavam ser autoridade auto-suficiente para punir os infractores da lei naquela comunidade. E por sinal disso, torturam um individuo até a morte.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *