PRM OBRIGA USO DE MÁSCARAS NOS BAIRROS DE NAMPULA

PRM OBRIGA USO DE MÁSCARAS NOS BAIRROS DE NAMPULA

Por João Baptista

A 24 de Maio do ano em curso na província de Nampula foi diagnosticado o primeiro caso de coronavírus.

Desde a data os casos começaram a aumentar nesta província numa velocidade acelerada que em menos de 30 dias aumentaram para mais de 140 casos e 1 óbito.

Com o aumento acelerado dos casos da pandemia nesta província, alguns munícipes desta cidade continuam a ignorar as medidas de prevenção emanadas pelo governo com destaque para o uso das máscaras em transportes semi-colectivos e nos locais de aglomerado populacional.

Situação esta que obrigou a actuação da policia na fiscalização e obrigatoriedade de uso das máscaras para conter a propagação da pandemia.

Alguns munícipes, entrevistados pela Rádio Encontro, louvaram a iniciativa da polícia, na fiscalização do uso das máscaras, mas lamentaram pelo facto de alguns estarem a fazer a fiscalização no interior das suas casas.

Calisto Nauacha e Telmane disseram que estas medidas não estão previstas no estado de emergência e as autoridades devem pautar pela ética e deontologia profissional. Aliás, segundo disseram, eles têm a missão de sensibilizar e manter a ordem públicas em casos de perturbação.

Para Domingos Pedro, alguns agentes da polícia da República de Moçambique em Nampula cometem erros durante actuação, aproveitam-se da situação para encher os seus bolsos.

Nampula apresenta igualmente uma mudança no perfil epidemiológico e demográfico dos casos, com um aumento da proporção de crianças e de pessoas com mais de 60 anos infectadas e regista ainda uma subida da proporção de casos com sintomas.

Este perfil epidemiológico que apresenta a província cumpre os pressupostos de padrão de transmissão comunitária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *