Recém graduados da Emakhuwa Consultoria e Serviços mostram-se preocupados com a fraca participação da camada feminina na classe jornalística

A preocupação foi manifestada no último sábado  por alguns estudantes daquela instituição não governamental a margem da terceira graduação.

Falando a Rádio Encontro, eles afirmaram ser imperioso que a mulher participe directamente em atividades vitais da sociedade, pois segundo suas palavras, o homem e a mulher  têm os mesmo diretos.

As nossas fontes  insistem que as mulheres devem participar activamente  em diversos cursos que os homem participam com vista a  materializar a questão de empoderamento do género.

Vânia Jacinto uma das graduadas no curso de Jornalismo Básico, acredita que poderá dar o seu empenho na classe jornalística  mostrando o seu potencial como mulher que sabe encarar a vida com responsabilidade.

Por seu torno, o Director Executivo da Emakhuwa e Consultoria e Serviços, Padre Cantifula de Castro disse que mesmo com muitos desafios, a sua instituição vai continuar a potenciar bons e melhores profissionais no mercado do trabalho. Importa lembrar que a Emakhuwa  Consultoria e Serviços, leciona os curso de, Jornalismo Básico, Recursos humanos, Curso regular da  língua Emakhuwa, Inglês e curso básico de Musica.

Por Malito João

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *