SEGURANÇAS DE NAMPULA RECLAMAM EXCESSO DE TRABALHO

SEGURANÇAS DE NAMPULA RECLAMAM EXCESSO DE TRABALHO

Por JúlioAssane

O Sindicado Nacional dos Trabalhadores de Segurança privada SINTESP, denuncia sobrecarga horária submetida aos seus membros na Província de Nampula.

Associado a esse problema está o não pagamento dos seus ordenados por parte de alguns empregadores.

O Secretário provincial do SINTESP, Feliciano Obra, falou também de alegada desvalorização dos direitos plasmados na lei Laboral do nosso país e da não sindicalização de muitas empresas de segurança privada desta província.

Como forma de reduzir os conflitos que são frequentes entre a massa laboral e os empregadores, o SINTESP em Nampula, está a trabalhar de modo a criar um memorando de entendimento junto das empresas privadas.

A iniciativa tem em vista ver respeitados os direitos dos trabalhadores e a respectiva redução da carga horária.

Sem citar o nome das empresas que não pagam o salário aos seus funcionários, Feliciano Obra, disse que a Província de Nampula, até agora conta com mais de 40 empresas de segurança privada, sendo que muitas destas não têm um escritório fixo e outras trabalham de forma clandestina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *