Seminário Filosófico celebra Padroeiro São Carlos Lwanga

Por César Rafael

Celebrou-se no sábado último, a festa de São Carlos Lwanga, Padroeiro do Seminário Filosófico da Arquidiocese de Nampula com a participação de seminaristas de diferentes dioceses.

Na sua homilia por ocasião das celebrações, o padre Pinho dos Santos, destacou a importância de respeitar a vontade de Deus e, não aos homens, evitando assim qualquer tipo de aliciamento. Aquele clérigo falava assim para criticar aos jovens que após a independência do país em 1975, deixaram-se aliciar, destruindo igrejas e transformando-as em dormitórios.

Padre Pinho explicou a diferença entre ser um herói e ser mártir, tendo sublinhado que o testemunho dos mártires sempre foi fiel.

Não é simplesmente oferecer teu sangue, que nos coloca como mártires, provavelmente podemos ser simples heróis duma nação e não termos o mérito de ser chamados mártires” disse.

Entretanto, o reitor do Seminário Filosófico, padre Francisco Augusto, disse que celebrar o dia do seu padroeiro, São Carlos Lwanga constitui um desafio de formação, da vida e da juventude.

Na mesma ocasião, padre Augusto chamou a atenção dos jovens a seguirem o exemplo de São Carlos Lwanga, face as injustiças que algumas pessoas sofrem e a rezar para que o sangue dos mártires ilumine a fé de todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *