UNILÚRIO DESENCORAJA USO DE MEDICAMENTOS NÃO PRESCRITOS PELO PESSOAL MÉDICO

UNILÚRIO DESENCORAJA USO DE MEDICAMENTOS NÃO PRESCRITOS PELO PESSOAL MÉDICO

Por Florêncio Alfredo

O Centro de Informação sobre Medicamentos da Unilúrio, Faculdade de Ciências de Saúde condena veementemente o uso de comprimidos não prescritos pelo pessoal médico sobretudo neste tempo que o Mundo encontra-se assolado pela Covid-19.

Dados em nosso poder indicam que o uso de remédios não prescritos pode causar doenças drásticas fora do normal e difícil de se diagnosticar.

Melanie Ferrão uma das representantes do Centro de Informação sobre Medicamentos da Unilúrio, falando no programa Aliada da Rádio Encontro que passa nas quintas-feiras pelas 14hs e nas terças-feiras as 8horas, disse que a prática do uso de medicamentos sem o devido acompanhamento de um profissional de saúde competente tem sido regular nas comunidades por causa da falta de conhecimento do perigo que um indivíduo pode correr ao tomar os comprimidos.

A nossa interlocutora disse igualmente que os doentes de HIV/SIDA e Tuberculose são os que estão propensos a Covid-19, dai que há necessidade desta camada social evitar escrupulosamente a doença.

“Os exames para a detenção da doença no corpo de um individuo são muito dolorosos e muito caros para os cofres do Estado, por isso manter-se em casa é a melhor forma possível para a prevenção da doença,” avançou Melanie Ferrão.

Aquela representante apelou a comunidade para que não siga com as recomendações que têm rolado nas redes sociais sobre os supostos medicamentos da covid-19, que no entender da nossa fonte informações do género estão na origem de desinformações sobre a Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *