VIOLAÇÃO DO DECRETO PRESIDENCIAL LEVA A CADEIA MAIS DE CINCO PESSOAS EM NACALA

VIOLAÇÃO DO DECRETO PRESIDENCIAL LEVA A CADEIA MAIS DE CINCO PESSOAS EM NACALA

Por Malito João

52 Indivíduos foram neutralizados e detidos na semana finda pela PRM em Nampula acusados de praticarem vários delitos na via pública.

A informação foi facultada esta segunda-feira por Dércio Samuel, Chefe das relações públicas do Comando Provincial da PRM em Nampula que falando à imprensa, apresentava o resumo das actividades operativas dos homens da lei e ordem, na semana de 03 a 09 de Junho corrente.

Dércio afirmou que de entre os casos, destaca-se o relacionado com cinco pessoas que foram flagradas a praticarem cultos religiosos numa mesquita em Nacala Porto.

Lamentamos que algumas pessoascontinuam a ignorar as medidas de prevenção da Covid-19. E como consequência do desrespeito do decreto presidencial a policia deteve cinco pessoas em Nacala Porto – Informou.

Aponta-se como outro exemplo da violação do decreto presidencial durante a semana passada, a pratica de comércio e actividades desportivas sem observância do distanciamento social.

Para estancar este mal, a Polícia da República de Moçambique em colaboração com o INAE e Conselho Municipal, está a promover actividades de sensibilização nas comunidades na perspectiva de se respeitar o estado de emergência no país.

No que diz respeito aos acidentes de viação, a polícia registou 1 morto e 5 feridos em consequência de um acidente de viação ocorridos no dia 11 de Julho do ano em curso na estrada número 1 no distrito de Meconta.

“Trata-se de um acidente de viação motivado por excesso de velocidade e má ultrapassagem, que lamentavelmente tirou a vida a um cidadão” – lamentou Dércio que voltou a pedir aos automobilistas a moderarem a velocidade e a respeitarem as regras de trânsito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *